Saúde Digital Brasil anuncia criação de painel de indicadores de telessaúde

A Saúde Digital Brasil (SDB) anunciou a criação de uma iniciativa pioneira na América Latina, que visa reunir os principais indicadores do setor. A ideia é garantir transparência e desenvolver a saúde digital no país. Coordenado por um grupo de trabalho criado pela SDB para selecionar e analisar a pertinência e o valor de indicadores setoriais de saúde digital, o painel trará uma visão global do setor, consolidando informações que norteiam a prática da telessaúde e da telemedicina no Brasil. O objetivo desta iniciativa é unificar a captação da informação de forma homogênea e transformá-la em conhecimento para a sociedade, gestores, profissionais da saúde e a comunidade científica.

Lídia Agia, coordenadora do grupo de trabalho de Indicadores da Saúde Digital Brasil, epidemiologista e consultora de analytics do Hospital Israelita Albert Einstein, considera ser fundamental para provedores de serviços e fornecedores de tecnologia contarem com um painel atualizado que mostre como estão as operações e, ao mesmo tempo, trace um perfil epidemiológico da população, com números do setor, e traga parâmetros que norteiam a prática clínica. Isso inclui entender a jornada dos pacientes dentro dos serviços de saúde e os indicadores das operações. Por exemplo: visualizar quais são os principais diagnósticos via telessaúde.

“É latente a necessidade de informação em saúde digital. Precisamos entender como está esse cenário em números que sejam precisos e nos propiciem uma análise de saúde acurada, fazer avaliações constantes, aprimorar as ofertas e proporcionar uma economia mais sustentável. Sabemos que nosso setor é muito dinâmico e esse conhecimento nos permite tanto imprimir um cuidado de saúde mais eficiente, como preservar aspectos financeiros relevantes do cuidado médico”, ressalta.

Anna Rabha, vice-coordenadora do grupo de trabalho e diretora médica da Tuinda Care, explica que, no país, o conceito de saúde digital fortaleceu-se, com a regulamentação no final de 2022. Adotar medidas padronizadas de captação e interpretação dos dados o mais cedo possível neste processo embasará as futuras políticas institucionais, tanto públicas quanto privadas, sobre como e quais caminhos devem ser seguidos. Além disso, para ela, mais do que ter acesso ao dado, a vantagem é saber o que fazer com ele. “A informação é acessível para todos, individualmente. Ter indicadores é o que torna o conhecimento acessível”.

O painel será construído em parceria com a empresa Controllab. Os associados terão acesso aos seus dados e às informações consolidadas de maneira anonimizada, para que possam fazer um benchmarking do setor. Em um primeiro momento, a ideia é fornecer volumetria e mais inteligência de negócios. Futuramente, o objetivo é que o projeto evolua para um painel de gestão.

Entre os benefícios do painel de indicadores está o de criar oportunidades de negócios que não seriam possíveis sem informações e, consequentemente, ser uma ferramenta para melhorar a qualidade dos serviços e prestação de cuidados, viabilizando um foco na promoção em saúde.

“Abriremos um portal de conhecimento pioneiro na América Latina. Tudo desenvolvido conforme as necessidades dos players, em formato de painel, sempre pensando em garantir transparência e acurácia, com a certeza de que haverá qualidade dos dados e a segurança da informação de acordo com a LGPD. Sem falar que nos dá uma posição estratégica no cenário mundial como prestadores de serviços em saúde digital. Temos um case relevante por aqui”, ressalta Lídia.

Grupo de Trabalho de Indicadores

O Grupo de Trabalho de Indicadores da SDB é mais um grupo de trabalho da Saúde Digital Brasil exclusivo para seus associados, que tem grande importância no cenário atual, em especial, por contar com associados de grande relevância e impacto no setor, além da heterogeneidade de players. Apesar de ter uma composição diversificada, conta majoritariamente com profissionais experientes na análise de dados e informações derivadas de indicadores de saúde.

“Ter um grupo dedicado à criação de indicadores nos habilita a uma análise específica e com qualidade e segurança das métricas em saúde digital, permitindo criar planos de ação futuros para uma saúde mais preditiva e acurada”, finaliza Anna.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui