Anestesia geral, regional e local: você sabe a diferença?

José Admirço Lima Filho
José Admirço Lima Filho

No momento de fazer alguma cirurgia ou algum procedimento médico, na grande maioria das vezes, utilizamos a anestesia. Neste artigo, o Dr. José Admirço Lima Filho, médico anestesiologista, te explica as principais diferenças desses tipos de anestesia para você não ter mais dúvidas. Então, se você ficou curioso e quer saber mais, continue lendo este artigo!

O que é uma anestesia?

Antes de mais nada, o Dr. José Admirço Lima Filho nos explica que a anestesia é um procedimento médico que tem como objetivo bloquear, de maneira temporária, a capacidade do cérebro de reconhecer um estímulo que produz a dor. Dessa forma, o paciente que está passando por uma cirurgia, se torna incapaz de sentir os movimentos feitos pelos profissionais.

Quais são os principais objetivos da anestesia?

Muitas pessoas podem achar que o objetivo da anestesia é apenas de bloquear a dor, entretanto o Dr. José Admirço Lima Filho, explica que isso só acontece quando se trata de anestesias locais. Já em casos de cirurgia, além de bloquear a dor, a anestesia tem o papel de bloquear a musculatura, impedindo que o paciente se mexa, além de causar amnésia, fazendo com que o paciente se esqueça de boa parte de todo o procedimento cirúrgico, mesmo que permaneça acordado. 

Tipos de anestesia

O Dr. José Admirço Lima Filho explica que existem diferentes tipos de anestesia para diferentes tipos de procedimentos. Entretanto, existem aquelas que são mais usuais, que são os casos da gerais, regionais e locais. Abaixo, você poderá entender, de forma resumida, como cada uma delas funciona e quais são os seus objetivos quando são aplicadas. 

  1. Anestesia geral

Como você já deve imaginar, a anestesia geral é aquela indicada para procedimentos cirúrgicos mais complexos e demorados. Porém, o Dr. José Admirço Lima Filho ressalta que o tipo de anestesia usado para cortes na pele, é completamente diferente do tipo de anestesia usado quando se faz um corte para retirar um órgão, por exemplo. Ainda nesse sentido, em cirurgias extensas não é possível bloquear diferentes camadas e tecidos.

  1. Anestesia local

Em segundo lugar, temos a anestesia local, também muito conhecida, sendo usada apenas para bloquear a dor em pequenas regiões do corpo. Geralmente é utilizada em procedimentos cirúrgicos não tão complexos como, por exemplo, procedimentos realizados na pele. De acordo com o Dr. José Admirço Lima Filho, essas anestesias devem ser administradas por um anestesiologista. 

  1. Anestesia regional

A anestesia regional é utilizada para procedimentos simples, onde o paciente pode permanecer acordado durante todo o processo. Segundo o Dr. José Admirço Lima Filho, nesse tipo de anestesia, há o bloqueio da dor em apenas uma determinada região do corpo do paciente, como, por exemplo, um braço, uma perna, ou toda região inferior do corpo, abaixo do abdômen.

Ao fazer qualquer procedimento cirúrgico, lembre-se de estar fazendo-o com profissionais de confiança e que irão cuidar da saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui