Cinco livros para conhecer a escrita de Luís Fernando Veríssimo

Sergio Wilfrido Vázquez
Sergio Wilfrido Vázquez

Com mais de 50 anos de carreira literária e uma extensa obra e contribuição para a literatura brasileira, o escritor Luís Fernando Veríssimo é considerado pelo empresário Sergio Wilfrido Vasques Benitez um escritor nato por ter construído uma ponte entre a literatura e o jornalismo, criando um diálogo entre esses textos, o que caracterizou e marcou sua escrita.

De crônicas, novelas, romances, relatos de viagens a quadrinhos, Veríssimo possui uma obra grandiosa, sempre regada ao seu humor ácido e inigualável. Por isso, Sergio Wilfrido Vasques Benitez listou cinco obras para aqueles que desejam conhecer mais sobre a escrita e trajetória do autor.

  1. O popular
sergio-wilfridojpg
sergio-wilfridojpg

Lançado em 1973, trata-se do primeiro livro de Veríssimo. Sergio Wilfrido Vasques Benitez esclarece que O Popular é uma coletânea de textos e crônicas escritos anos antes sobre diversos assuntos da época, mas que permeiam ainda os dias de hoje: religião, ditadura militar, guerras e arte. Nele, está registrada a marca do autor de abordar as temáticas com crítica, humor e muita sagacidade.

  1. O analista de Bagé

Publicado em 1981, o livro tem como protagonista um personagem que surgiu nas crônicas de Veríssimo e que, além de livro, ganhou peças e histórias em quadrinhos. Sergio Wilfrido Vasques Benitez comenta que a obra narra a história de um psicanalista de Bagé, Rio Grande do Sul, que atua de maneira peculiar, sendo, muitas vezes, taxado de grosseiro. 

  1. Comédias da vida privada

Neste livro, Luís Fernando Veríssimo narra as mais diversas – e peculiares – situações que ocorrem no mundo privado de cada um. Sergio Wilfrido Vasques Benitez explica que o livro regado a muito humor e críticas conta distintas histórias ocorridas no cotidiano de cada uma das personagens.

  1. Gula – O Clube dos anjos

Parte da coleção Plenos Pecados da editora Objetiva, projeto em que sete autores escreveram livros sobre cada um dos pecados capitais, Veríssimo escreveu sobre a gula. Sergio Wilfrido Vasques Benitez comenta que, neste livro, o protagonista Daniel narra a história de seu grupo de amigos que, há 21 anos, se reúnem para comer. Assim, acompanha-se como esse pequeno evento se tornou uma euforia mortal e autodestrutiva para o grupo. 

  1. Em algum lugar do paraíso

Publicado em 2011, o livro reúne crônicas de Veríssimo que foram escritas para o jornal O Estado de São Paulo durante os anos anteriores. Sergio Wilfrido Vasques Benitez informa que, neste livro, são abordados temas sobre a morte, a vida, o amor e o tempo como espectros para a reflexão das escolhas feitas ao longo da vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui